Tag Archives: triste

Palavras duras mas, infelizmente, verdadeiras sobre a lusa gente de agora.

(…)
O lado trágico está aqui: as eleições não se ganham com verdades; ganham-se com mentiras porque os portugueses preferem-nas. E se existiu erro no consulado de Ferreira Leite foi o de sobrevalorizar a maturidade dos portugueses; a crença ingénua de que era possível falar para adultos. Não é. Para regressar ao poder, não basta ao PSD eleger um líder e esperar que o eng. Sócrates caia da cadeira. É preciso nivelar o discurso com a idade mental do eleitorado.

(Creche e aparece, por João Pereira Coutinho, 14 Março 2010, no CM)
.
Mentira que mata
“Por causa da mentira, pessoas foram levadas às fogueiras, inocentes foram condenados à morte, países foram tiranizados, crianças foram sacrificadas, pais de família perderam seus empregos, corações foram dilacerados, casamentos foram desfeitos, pessoas enlouqueceram de dor, pobres ficaram mais pobres, ricos ficaram mais ricos… e a lista pode ir aumentando “ad nauseam”.”
.
“De forma que a mentira, como ordem social, pode praticar impunemente, todos os assassinatos; como utilitarismo, todos os roubos; como senso prático, todas as tolices e loucuras.”
Teixeira de Pascoaes, in “A Saudade e o Saudosismo”
.
Um sinónimo de mentira é falsidade. Falsidade é a qualidade daquilo que é falso. Aquilo que é falso não tem valor, não vale nada, como toda a gente sabe… Sabe?
Se os portugueses soubessem isto não escolhiam quem mente para conduzir o país. A apreciação do João Pereira Coutinho é, pois, justa e verdadeira. Infelizmente.
.