Tag Archives: ricos

They live*, you sleep, obey, consume: money is your god.

Não existe povo sem Deus. Aquele que não conhece o Deus verdadeiro acredita noutro qualquer.

Pois, onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração. / For where your treasure is, there your heart will be also.
Mateus 6: 21 / Mathew 6: 21

*“They Live”, the Weird Movie With a Powerful Message

Nota: Já alguma vez pensou por que razão os pobres homens de Deus são tão perseguidos e odiados pelos ricos e poderosos? Será que estes percebem que tais homens conseguem ver os espectros (sem precisarem de quaisquer óculos)?

Uma excelente reflexão para dia de domingo.

Catedral: casa rica para Deus pobre

Depois, enviou-os a proclamar o Reino de Deus e a curar os doentes, e disse-lhes: «Nada leveis para o caminho: nem cajado, nem alforge, nem pão, nem dinheiro; nem tenhais duas túnicas.
Lucas 9: 2-3


O empresário do sagrado centraliza a sua obra em si próprio, em estratégias de crescimento, métodos organizacionais, objectivos de multiplicação, enfim números (dízimos!). Valoriza muito a imagem, o sucesso, os resultados. Para alcançar os seus objectivos e fazer a “máquina” funcionar, usa todos e tudo.

A Igreja, contudo, não é uma empresa ou organização e nem sequer é uma instituição. A Igreja é um Organismo Vivo. Cristo é O Cabeça e os membros, os realmente nascidos de novo e salvos pela graça de Deus, são o seu Corpo. A única Pessoa que faz a Igreja crescer é O próprio Senhor, “e todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar” (Actos 2:47). O único Senhor da Igreja é Cristo.

Empresários do Sagrado
Publicada por Jorge Oliveira em 23 de Julho de 2010,
no blogue Canto do Jo.

Erupção na Islândia: prejuízo financeiro ou risco de vida?

O que é mais importante para os governantes europeus?

.

Islândia: erupção Abril 2010A erupção do vulcão da Islândia intensificou-se ao final do dia desta segunda-feira, com uma nova nuvem de cinzas que se desloca para a Grã-Bretanha, revelaram esta noite as autoridades aéreas britânicas.
(…)
A retoma do tráfego faz-se sob pressão do sector da aviação, que criticou abertamente as restrições de voo, considerando-as excessivas. A Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA, no acrónimo em inglês) criticou a gestão da crise pelos governos da UE, estimando um custo para o sector de 150 milhões de euros diários.

(Nova nuvem de cinza ameaça Reino Unido, 20-04-2010, TVI 24)

On 8 June 1783, a fissure with 130 craters opened with phreatomagmatic explosions because of the groundwater interacting with the rising basalt magma. (…) This event is rated as VEI 6 on the Volcanic Explosivity Index, but the eight month emission of sulfuric aerosols resulted in one of the most important climatic and socially repercussive events of the last millennium.
(…)
The eruption continued until 7 February 1784, but most of the lava was erupted in the first five months. Grímsvötn volcano, from which the Laki fissure extends, was also erupting at the time from 1783 until 1785. The outpouring of gases, including an estimated 8 million tons of hydrogen fluoride and estimated 120 million tons of sulfur dioxide, gave rise to what has since become known as the “Laki haze” across Europe.
(…)
An estimated 120 million tons of sulfur dioxide were emitted, approximately equivalent to three times the total annual European industrial output in 2006, and also equivalent to a Mount Pinatubo-1991 eruption every three days. This outpouring of sulfur dioxide during unusual weather conditions caused a thick haze to spread across western Europe, resulting in many thousands of deaths throughout 1783 and the winter of 1784.
The summer of 1783 was the hottest on record and a rare high pressure zone over Iceland caused the winds to blow to the south-east. The poisonous cloud drifted to Bergen in Norway, then spread to Prague in the Province of Bohemia by 17 June, Berlin by 18 June, Paris by 20 June, Le Havre by 22 June, and to Great Britain by 23 June. The fog was so thick that boats stayed in port, unable to navigate, and the sun was described as “blood coloured”.
(…)
An estimated 120 million tons of sulfur dioxide were emitted, approximately equivalent to three times the total annual European industrial output in 2006, and also equivalent to a Mount Pinatubo-1991 eruption every three days.[6] This outpouring of sulfur dioxide during unusual weather conditions caused a thick haze to spread across western Europe, resulting in many thousands of deaths throughout 1783 and the winter of 1784.
The summer of 1783 was the hottest on record[citation needed] and a rare high pressure zone over Iceland caused the winds to blow to the south-east. The poisonous cloud drifted to Bergen in Norway, then spread to Prague in the Province of Bohemia by 17 June, Berlin by 18 June, Paris by 20 June, Le Havre by 22 June, and to Great Britain by 23 June. The fog was so thick that boats stayed in port, unable to navigate, and the sun was described as “blood coloured”.

(Laki, Wikipedia)

Entesourastes, afinal, para os vossos últimos dias!
(Tiago 5, 3)

Porque a boca fala da abundância do coração.
(Mateus 12, 34)

Vocês não são pobres, gastam é muito mal o vosso dinheiro.

Tirando dos pobres para dar aos ricos

“Estava há dias a falar com um amigo meu nova-iorquino que conhece bem Portugal.
Dizia-lhe eu à boa maneira do “coitadinho” português:
Sabes, nós os portugueses somos pobres …
Esta foi a sua resposta:
Como podes tu dizer que sois pobres, quando sois capazes de pagar por um litro de gasolina, mais do triplo do que pago eu?
Quando vos dais ao luxo de pagar tarifas de electricidade e de telemóvel 80% mais caras do que nos custam a nós nos EUA?
Como podes tu dizer que sois pobres quando pagais comissões bancárias por serviços e cartas de crédito ao triplo que nós pagamos EUA? Ou quando podem pagar por um carro que a mim me custa 12.000 US Dólares (8.320 EUROS) e vocês pagam mais de 20.000 EUROS, pelo mesmo carro? Podem dar mais de 11.640 EUROS de presente ao vosso governo do que nós ao nosso.
Nós é que somos pobres: por exemplo em New York o Governo Estatal, tendo em conta a precária situação financeira dos seus habitantes cobra somente 2% de IVA, mais 4% que é o imposto Federal, isto é 6%, nada comparado com os 20% dos ricos que vivem em Portugal. E contentes com estes 20%, pagais ainda impostos municipais.
Além disso, são vocês que têm ” impostos de luxo” como são os impostos na gasolina e gás, álcool, cigarros, cerveja, vinhos etc, que faz com que esses produtos cheguem em certos casos até certos a 300% do valor original., e outros como imposto sobre a renda, impostos nos salários, impostos sobre automóveis novos, sobre bens pessoais, sobre bens das empresas, de circulação automóvel.
Um Banco privado vai à falência e vocês que não têm nada com isso pagam, outro, uma espécie de casino, o vosso Banco Privado quebra, e vocês protegem-no com o dinheiro que enviam para o Estado. E vocês pagam ao vosso Governador do Banco de Portugal, um vencimento anual que é quase 3 vezes mais que o do Governador do Banco Federal dos EUA…
Um país que é capaz de cobrar o Imposto sobre Ganhos por adiantado e Bens pessoais mediante retenções, necessariamente tem de nadar na abundância, porque considera que os negócios da nação e de todos os seus habitantes sempre terão ganhos apesar dos assaltos, do saque fiscal, da corrupção dos seus governantes e autarcas. Um país capaz de pagar salários irreais aos seus funcionários de estado e da iniciativa privada.
Os pobres somos nós, os que vivemos nos USA e que não pagamos impostos sobre a renda se ganhamos menos de 3.000 dólares ao mês por pessoa, isto é mais ou menos os vossos 2.080 €uros. Vocês podem pagar impostos do lixo, sobre o consumo da água, do gás e electricidade. Aí pagam segurança privada nos Bancos, urbanizações, municipais, enquanto nós como somos pobres nos conformamos com a segurança pública.
Vocês enviam os filhos para colégios privados, enquanto nós aqui nos EUA as escolas públicas emprestam os livros aos nossos filhos prevendo que não os podemos comprar.
Vocês não são pobres, gastam é muito mal o vosso dinheiro.
Vocês, portugueses ou são uns estúpidos ou uns mansos.”

Copiado daqui:
Psicótic Coiso disse
8 Fevereiro, 2010 às 1:12 am

O que é mais importante: o dinheiro ou a vida?

Quantas vidas poderiam ser salvas com os 700 mil milhões de dólares que a Reserva Federal dos EUA vai gastar para tentar “salvar” os bancos norte-americanos?

Dinheiro ardido

Segundo o economista Duncan Green, chefe de pesquisa da organização de ajuda humanitária Oxfam, este montante poderia:

– Pagar a dívida acumulada dos 49 países mais pobres do mundo (375 mil milhões de dólares)… 2 vezes;

– Suportar a ajuda extraordinária anual prevista pelo programa de luta contra a pobreza para este milénio, o Millenium Development Goals (150 mil milhões de dólares/ano)… durante 5 anos;

– Suportar a despesa total anual em ajuda humanitária actual (104 mil milhões de dólares/ano)… durante 7 anos;

Erradicar toda a pobreza do mundo (o Programa de Desenvolvimento da Nações Unidas calcula esse valor em 300 mil milhões de dólares/ano)… durante 2 anos.

 

Imagine-se quantas vidas poderiam valer os 850 mil milhões de euros (aproximadamente 1,2 biliões de dólares) que o BCE-Banco Central Europeu já usou para financiar a banca cá do velho continente. Parece mentira, mas basta fazer uma simples conta de somar:

BCE injecta 30 mil milhões de euros para acalmar mercados financeiros (Público, Economia, 15-09-2008, AFP);

BCE injecta mais 70 mil milhões de euros no mercado monetário (Diário Económico, Internacional-Economia, 16-09-2008, Mafalda Aguilar);

BCE injecta mais 40 mil milhões de dólares no sistema financeiro (Diário Económico,Internacional-Economia,22-09-2008, Cristina Barreto);

BCE injecta mais 50 mil milhões de euros no mercado monetário (Diário Económico, Internacional-Economia, 24-09-2008, Cristina Barreto);

BCE injecta 120 mil milhões (Correio da Manhã, 29-09-2008);

BCE injecta mais 190 mil milhões de euros no sistema monetário (Diário Económico, Internacional-Economia, 30-09-2008, Cristina Barreto);

BCE recebe mais de 400 pedidos e injecta mais 250 mil milhões no mercado (Jornal de Negócios, 07-10-2008, Paulo Moutinho);

BCE injecta mais 93,8 mil milhões de dólares no mercado interbancário (Diário Económico, Internacional-Economia, 10-10-2008);

– Total acumulado: 843,8 mil milhões de euros.

Para perceber ainda melhor toda esta insanidade, nada como ir até à Evaporação dos Milhões Do Portugal Profundo jogar um pouco de Wall Street Pong.

A União Europeia ajuda Cabo Verde?

Cuidado: os negócios com a UE são sempre mefistofélicos.

Cabo Verde

“… A União Europeia (UE) vai financiar dois projectos de desenvolvimento agrícola em bacias hidrográficas das ilhas de Santo Antão, Fogo e Brava, orçado em mais de um milhão de euros. …”
(Agro Notícias, Cabo Verde: UE financia projectos de desenvolvimento agrícola no arquipélago, 04-04-2008, via sítio da AJAP)

Posto assim, parece tudo muito bem. Existem, no entanto, duas pérolas da sabedoria popular portuguesa que gostaria de deixar aqui registadas:

1. Esmola que soa não é boa;

2. Entre cem projectos de um rico, há noventa e nove para o tornar mais rico.

É que o discurso dos verdadeiramente bem intencionados não é contraditório, como este:

“… «A posição geográfica estratégica de Cabo Verde é muito importante para a UE», salientou (o representante da União Europeia em Cabo Verde, Josep Coll) …”

“… Josep Coll, considera que «no futuro imediato é difícil» que o arquipélago possa ter junto da Europa um tratamento idêntico ao dado às regiões ultraperiféricas como os Açores, Madeira ou Canárias. …”
(Sol, Regiões Ultraperiféricas: Difícil que Cabo Verde tenha esse estatuto, diz Josep Coll, representante da UE, Lusa/SOL, 18 MAR 08)

Enquanto os pobres empobrecem…

o governo legisla para proteger os ricos.

Ricos

Faço minhas as palavras de Nuno Teles no blogue Ladrões de Bicicletas (cujo linque vou juntar à minha lista em seguida):

Se não consegues derrotá-los, junta-te a eles

Deve ser este o lema deste Governo no que diz respeito aos paraísos fiscais. O Jornal de Negócios dá conta da intenção do Governo em legalizar «trusts» – fundos que gerem os recursos de outrém como património autónomo. Ao confiar o meu património a um «trust», deixo de ter os direitos e obrigações legais sobre ele. Ou seja, o meu património deixa de contar para efeitos fiscais. O Governo, ao mesmo tempo que dá uma ajuda ao nosso «pobrezinho» sistema bancário, legaliza assim uma forma de evasão que claramente beneficia os mais ricos, únicos com acesso a esta forma de investimento.

Proponho um slogan para o governo anunciar esta medida legislativa: Nunca nenhum partido de direita conseguiu fazer tanto pelo capital.

Mais riqueza = Mais pobres?

Quanto mais cresce a riqueza monetária, mais pobres há e mais pobres somos.

 

Este post foi inspirado pela leitura do texto Sonata, quase uma fantasia, sobre um tema de Bilderberg, no blogue As Vicentinas de Braganza*.
Se alguma coisa aprendi ao longo dos anos que me têm sido generosamente concedidos pelo ùnico autor da vida, sei hoje que a realidade supera muitas vezes a ficção e que há gente que cometerá qualquer crueldade para satisfazer a sua ganância. Deste modo, aquilo que poderia parecer, à primeira vista, uma paranóica teoria da conspiração passa a ser a mais terrível das realidades.

Agrupei alguns pares de notícias, para demonstrar que não existe qualquer contradição no tema deste artigo.

 

Bush pede mais dinheiro ao Congresso
29 Agosto, 2007 – 11:46
O Presidente dos EUA, George W. Bush, vai pedir ao Congresso norte-americano mais 36,6 mil milhões de euros para a guerra do Iraque, a que se juntam aos 460 mil milhões do orçamento do Departamento de Defesa e os 147 mil milhões destinados ao Iraque a Afeganistão.O Chefe de Estado norte-americano pretende solicitar os fundos suplementares em Setembro.

 

EUA com 36,5 milhões de pessoas abaixo do limite da pobreza
29 Agosto, 2007 – 10:34
O inquérito anual do Gabinete de Recenseamento dos EUA revelou que quase um habitante em cada oito vive abaixo do limite da pobreza, o que significa que 36,5 milhões de norte-americanos encontram-se nesta situação… Nos EUA, há 12,8 milhões de crianças e jovens com menos de 18 anos na pobreza, e 8,7 milhões de crianças não têm assistência médica… Segundo a mesma fonte, conforme noticia o Diário Digital, cerca de 3,4 milhões de pessoas com mais de 65 anos vivem na pobreza.

 

AGÊNCIA FINANCEIRA – Empresas
Subida de 421% no 1º semestre
Lucros da Sonae Indústria disparam para os 45 milhões
2007/08/29 17:33 Rui Pedro Vieira
Este valor representa um crescimento de 421 por cento dado que no semestre homólogo de 2006 a Sonae Indústria tinha registado 9 milhões de euros.
Em comunicado divulgado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Sonae esclarece que, nos primeiros três meses do ano, «registou-se um bom desempenho nas principais áreas geográfica em que actuamos, o qual foi mantido ao longo do restante semestre, apesar dos elevados custos das matérias-primas, nomeadamente da madeira, produtos químicos e energia».

 

AGÊNCIA FINANCEIRA – Economia
Dificuldades em pagar crédito
Crise obriga portugueses a trocar para casas mais pequenas
2007/08/29 15:58 Paula Gonçalves Martins
Cerca de 25 por cento dos clientes das mediadoras imobiliárias estão a tentar comprar casas mais pequenas ou mais baratas do que a que têm actualmente, porque já não conseguem pagar a prestação.Segundo o presidente da Associação Portuguesa das Empresas de Mediação Imobiliária (APEMI), José Eduardo Macedo, em declarações à «Agência Financeira», estes casos «representam cerca de um quarto do total».
«Normalmente, as motivações para se comprar uma casa nova são o nascimento de filhos, que implica a necessidade de uma casa maior, ou o aumento de rendimento, que está associado a uma melhoria das condições de vida, à mudança para uma casa maior, com melhores condições, numa zona melhor da cidade», explica. Mas, nos últimos tempos, surgiu uma nova realidade, que tem cada vez mais expressão: a necessidade de pagar uma prestação menor no crédito à habitação.

 

AGÊNCIA FINANCEIRA – Empresas
No 1º semestre
Lucros da Galp crescem 71% para 285 milhões de euros
2007/08/08 17:04 Editorial
Os resultados líquidos ajustados da Galp Energia situaram-se em 285 milhões de euros no primeiro semestre do ano, mais 71% que nos mesmos seis meses do ano passado.Em comunicado, a empresa explica que este aumento traduz uma melhoria dos resultados operacionais apesar do spin-off da actividade de transporte e regaseificação de gás natural, um aumento dos resultados de empresas associadas e um efeito favorável relacionado com a diminuição da taxa efectiva de imposto para os 21%.
«O forte aumento das margens de refinação (subiu 25%), associado a uma forte procura de gasolina nos mercados internacionais, no segundo trimestre do ano, bem como o aumento da produção própria de petróleo da Galp Energia, permitiram que o resultado operacional ajustado tivesse um incremento de 36%» para os 360 milhões de euros.

 

AGÊNCIA FINANCEIRA – Economia
Gasolineiras queixam-se do negócio
Crise: portugueses já só abastecem combustível com trocos
2007/08/24 18:35 Paula Gonçalves Martins
A crise está instalada e manifesta-se das mais variadas maneiras. Os sinais estão por todo o lado.
Mas, apesar de quase nada nem ninguém escapar, há áreas em que o impacto é mais acentuado. Os combustíveis são uma dessas áreas. À falta de dinheiro dos consumidores juntaram-se as incontáveis subidas de preços e de impostos, e os preços mais baixos praticados em Espanha, numa combinação que está já a mostrar-se fatal para muitos pequenos empresários que têm ou exploram gasolineiras.
Neste sector, os sinais da crise são mais que muitos: desde abastecimentos de dois ou três euros, que são cada vez mais frequentes, a abastecimentos seguidos de fuga sem pagar e até a descida de vendas, encerramento de postos e despedimentos sucessivos, tudo mostra que o negócio vai cada vez pior.

 

EXPRESSO – Quarta-feira 29 AGO, última actualização 19:11,
Ministro da Agricultura confirma notícia do Expresso
Portugal vai arrancar 16 mil hectares de vinha
Daniel do Rosário, correspondente em Bruxelas
O ministro da agricultura estima que a reforma do vinho em discussão na União Europeia (UE) poderá levar ao arranque de 16 ou 17 mil hectares da superfície de vinha existente em Portugal.
Um valor que corresponde a aproximadamente 7% da superfície total, que é de 230 mil hectares e que Jaime Silva considera constituir uma boa ocasião para reestruturar o sector: “eu penso que em Portugal o arranque poderá atingir à volta de 16, 17 mil hectares e acho que não há nenhum problema que isso venha a acontecer”, afirmou o ministro na segunda-feira de manhã, à entrada para uma reunião com os seus homólogos europeus.

 

EXPRESSO – Quarta-feira 29 AGO, última actualização 22:30
Turismo
Portugal pode vir a confrontar-se com excesso de oferta hoteleira
Vítor Andrade
Perante o anúncio recente da construção de 57 novos hotéis, num valor superior a 5,7 mil milhões de euros, alguns analistas já falam em demasiada oferta para o mercado nacional.
Os preços médios da hotelaria em alguns segmentos e destinos não estão a aumentar. Este é, segundo os analistas da consultora internacional Cushman & Wakefield, o principal sinal de que a oferta hoteleira em Portugal pode estar a exceder a procura – ao que acresce o anúncio da construção de mais quase seis dezenas de novas unidades.
De acordo com um estudo agora divulgado por esta consultora, aqueles sintomas começaram a notar-se em 2001, “essencialmente porque em períodos de estagnação de crescimento económico, a redução de preços não gera procura adicional relevante”.

 

É um paradoxo, uma equação infernal. Mas as escrituras avisam claramente:

“O FALSO DOUTOR

9. Mas os que querem tornar-se ricos caem em tentação e em laço, e em muita concupiscência louca e nociva, as quais submergem os homens na ruína e na perdição.
10. Porque o amor ao dinheiro é raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.” (1ª Timóteo 6)

“O PODER POLÍTICO ABSOLUTIZADO É O ANTI-CRISTO
1. Então vi subir do mar uma besta que tinha dez chifres e sete cabeças, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças nomes de blasfémia.
2. E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder e o seu trono e grande autoridade.
3. Também vi uma de suas cabeças como se fora ferida de morte, mas a sua ferida mortal foi curada. Toda a terra se maravilhou, seguindo a besta,
4. e adoraram o dragão, porque deu à besta a sua autoridade; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? quem poderá batalhar contra ela?
5. Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogância e blasfémias; e deu-se-lhe autoridade para actuar por quarenta e dois meses.
6. E abriu a boca em blasfémias contra Deus, para blasfemar do seu nome e do seu tabernáculo e dos que habitam no céu.
7. Também lhe foi permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe autoridade sobre toda tribo, e povo, e língua e nação.
8. E adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.” (Apocalipse 13)