Tag Archives: pobres

They live*, you sleep, obey, consume: money is your god.

Não existe povo sem Deus. Aquele que não conhece o Deus verdadeiro acredita noutro qualquer.

Pois, onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração. / For where your treasure is, there your heart will be also.
Mateus 6: 21 / Mathew 6: 21

*“They Live”, the Weird Movie With a Powerful Message

Nota: Já alguma vez pensou por que razão os pobres homens de Deus são tão perseguidos e odiados pelos ricos e poderosos? Será que estes percebem que tais homens conseguem ver os espectros (sem precisarem de quaisquer óculos)?

Will Justice Reign

(Reinará a Justiça) Will truth prevail? (Prevalecerá a verdade?) Will any take their stand for mercy? (Alguém se baterá pela misericórdia?) Who’ll choose to walk the narrow way and touch the broken world with healing? (Quem escolherá caminhar pelo caminho estreito e tocar com cura o mundo despedaçado?)

The question is not If, but When? ( A questão não é Se, mas Quando?)

See about (veja acerca de) Kathryn Scott

Criar pobres e depois dar-lhes sopa?

Governo quer baixar limite mínimo do subsídio de desemprego em 10%
23.10.2012, Lusa, PÚBLICO

Na proposta enviada aos parceiros sociais, o Governo propõe ainda diminuir o valor do Rendimento Social de Inserção (RSI) em 6% (para 178,15 euros) e o valor de referência do complemento solidário para idosos em 2,25% (para 4909 euros).

Cantinas sociais: Governo dá de comer a quem tem fome
Pedro Mota Soares quer 10 vezes mais cantinas sociais até ao final do ano, para ceder refeições a famílias necessitadas
Redacção/CPS, 2012-10-24, AF

Estes capitalistas socialistas social-democratas(?) são mesmo uns beneméritos.

One of us (Um de nós).

‘Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber? Quando te vimos peregrino e te recolhemos, ou nu e te vestimos? E quando te vimos doente ou na prisão, e fomos visitar-te?’ E o Rei vai dizer-lhes, em resposta: ‘Em verdade vos digo: Sempre que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim mesmo o fizestes.’
Mateus 25: 37-40

‘Lord, when did we see you hungry and feed you, or thirsty and give you something to drink? When did we see you a stranger and invite you in, or needing clothes and clothe you? When did we see you sick or in prison and go to visit you? “The King will reply, ‘Truly I tell you, whatever you did for one of the least of these brothers and sisters of mine, you did for me.’
Matthew 25: 37-40 (NIV)

Veja Como ajudar a Somália? O lugar onde já A fome é oficial.

Não é verdade que os ministérios em Portugal estejam cheios de imbecis.

FMI e Sócrates concordam - golfe com IVA reduzidoAinda há lugar para mais alguns.

.

.

‘Troika’ está receptiva a IVA reduzido no golfe
21/04/2011, DN Economia

.

Erupção na Islândia: prejuízo financeiro ou risco de vida?

O que é mais importante para os governantes europeus?

.

Islândia: erupção Abril 2010A erupção do vulcão da Islândia intensificou-se ao final do dia desta segunda-feira, com uma nova nuvem de cinzas que se desloca para a Grã-Bretanha, revelaram esta noite as autoridades aéreas britânicas.
(…)
A retoma do tráfego faz-se sob pressão do sector da aviação, que criticou abertamente as restrições de voo, considerando-as excessivas. A Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA, no acrónimo em inglês) criticou a gestão da crise pelos governos da UE, estimando um custo para o sector de 150 milhões de euros diários.

(Nova nuvem de cinza ameaça Reino Unido, 20-04-2010, TVI 24)

On 8 June 1783, a fissure with 130 craters opened with phreatomagmatic explosions because of the groundwater interacting with the rising basalt magma. (…) This event is rated as VEI 6 on the Volcanic Explosivity Index, but the eight month emission of sulfuric aerosols resulted in one of the most important climatic and socially repercussive events of the last millennium.
(…)
The eruption continued until 7 February 1784, but most of the lava was erupted in the first five months. Grímsvötn volcano, from which the Laki fissure extends, was also erupting at the time from 1783 until 1785. The outpouring of gases, including an estimated 8 million tons of hydrogen fluoride and estimated 120 million tons of sulfur dioxide, gave rise to what has since become known as the “Laki haze” across Europe.
(…)
An estimated 120 million tons of sulfur dioxide were emitted, approximately equivalent to three times the total annual European industrial output in 2006, and also equivalent to a Mount Pinatubo-1991 eruption every three days. This outpouring of sulfur dioxide during unusual weather conditions caused a thick haze to spread across western Europe, resulting in many thousands of deaths throughout 1783 and the winter of 1784.
The summer of 1783 was the hottest on record and a rare high pressure zone over Iceland caused the winds to blow to the south-east. The poisonous cloud drifted to Bergen in Norway, then spread to Prague in the Province of Bohemia by 17 June, Berlin by 18 June, Paris by 20 June, Le Havre by 22 June, and to Great Britain by 23 June. The fog was so thick that boats stayed in port, unable to navigate, and the sun was described as “blood coloured”.
(…)
An estimated 120 million tons of sulfur dioxide were emitted, approximately equivalent to three times the total annual European industrial output in 2006, and also equivalent to a Mount Pinatubo-1991 eruption every three days.[6] This outpouring of sulfur dioxide during unusual weather conditions caused a thick haze to spread across western Europe, resulting in many thousands of deaths throughout 1783 and the winter of 1784.
The summer of 1783 was the hottest on record[citation needed] and a rare high pressure zone over Iceland caused the winds to blow to the south-east. The poisonous cloud drifted to Bergen in Norway, then spread to Prague in the Province of Bohemia by 17 June, Berlin by 18 June, Paris by 20 June, Le Havre by 22 June, and to Great Britain by 23 June. The fog was so thick that boats stayed in port, unable to navigate, and the sun was described as “blood coloured”.

(Laki, Wikipedia)

Entesourastes, afinal, para os vossos últimos dias!
(Tiago 5, 3)

Porque a boca fala da abundância do coração.
(Mateus 12, 34)

Vocês não são pobres, gastam é muito mal o vosso dinheiro.

Tirando dos pobres para dar aos ricos

“Estava há dias a falar com um amigo meu nova-iorquino que conhece bem Portugal.
Dizia-lhe eu à boa maneira do “coitadinho” português:
Sabes, nós os portugueses somos pobres …
Esta foi a sua resposta:
Como podes tu dizer que sois pobres, quando sois capazes de pagar por um litro de gasolina, mais do triplo do que pago eu?
Quando vos dais ao luxo de pagar tarifas de electricidade e de telemóvel 80% mais caras do que nos custam a nós nos EUA?
Como podes tu dizer que sois pobres quando pagais comissões bancárias por serviços e cartas de crédito ao triplo que nós pagamos EUA? Ou quando podem pagar por um carro que a mim me custa 12.000 US Dólares (8.320 EUROS) e vocês pagam mais de 20.000 EUROS, pelo mesmo carro? Podem dar mais de 11.640 EUROS de presente ao vosso governo do que nós ao nosso.
Nós é que somos pobres: por exemplo em New York o Governo Estatal, tendo em conta a precária situação financeira dos seus habitantes cobra somente 2% de IVA, mais 4% que é o imposto Federal, isto é 6%, nada comparado com os 20% dos ricos que vivem em Portugal. E contentes com estes 20%, pagais ainda impostos municipais.
Além disso, são vocês que têm ” impostos de luxo” como são os impostos na gasolina e gás, álcool, cigarros, cerveja, vinhos etc, que faz com que esses produtos cheguem em certos casos até certos a 300% do valor original., e outros como imposto sobre a renda, impostos nos salários, impostos sobre automóveis novos, sobre bens pessoais, sobre bens das empresas, de circulação automóvel.
Um Banco privado vai à falência e vocês que não têm nada com isso pagam, outro, uma espécie de casino, o vosso Banco Privado quebra, e vocês protegem-no com o dinheiro que enviam para o Estado. E vocês pagam ao vosso Governador do Banco de Portugal, um vencimento anual que é quase 3 vezes mais que o do Governador do Banco Federal dos EUA…
Um país que é capaz de cobrar o Imposto sobre Ganhos por adiantado e Bens pessoais mediante retenções, necessariamente tem de nadar na abundância, porque considera que os negócios da nação e de todos os seus habitantes sempre terão ganhos apesar dos assaltos, do saque fiscal, da corrupção dos seus governantes e autarcas. Um país capaz de pagar salários irreais aos seus funcionários de estado e da iniciativa privada.
Os pobres somos nós, os que vivemos nos USA e que não pagamos impostos sobre a renda se ganhamos menos de 3.000 dólares ao mês por pessoa, isto é mais ou menos os vossos 2.080 €uros. Vocês podem pagar impostos do lixo, sobre o consumo da água, do gás e electricidade. Aí pagam segurança privada nos Bancos, urbanizações, municipais, enquanto nós como somos pobres nos conformamos com a segurança pública.
Vocês enviam os filhos para colégios privados, enquanto nós aqui nos EUA as escolas públicas emprestam os livros aos nossos filhos prevendo que não os podemos comprar.
Vocês não são pobres, gastam é muito mal o vosso dinheiro.
Vocês, portugueses ou são uns estúpidos ou uns mansos.”

Copiado daqui:
Psicótic Coiso disse
8 Fevereiro, 2010 às 1:12 am

Os faz-de-conta-que-são-socialistas que governam

Socialismoesta espécie de país estão convencidos que se expulsarem os sem-abrigo eles deixarão de existir!

.

Um dos voluntários da Comunidade Vida e Paz conta-me que os novos ocupantes dos ministérios do Terreiro do Paço deram ordens para que as carrinhas que fazem as rondas noturnas (distribuindo mais que alimentos…) deixassem de parar por ali. Era debaixo das arcadas do Terreiro do Paço que muitos sem-abrigo se acolhiam para passar a noite, mas agora tiveram de encontrar novos abrigos.
É certo que a notoriedade arquitectónica do espaço é maculada pela presença destes indesejáveis – pelo menos assim parecem pensar os novos mandantes dos ministérios ali residentes. …

(Solidariedade, publicado em Novembro 26, 2009, no Insurgente)

Estou indignado.

Se não fosse tão avesso ao uso de palavrões estava agora capaz de dizer, m**da para eles.

O que é mais importante: o dinheiro ou a vida?

Quantas vidas poderiam ser salvas com os 700 mil milhões de dólares que a Reserva Federal dos EUA vai gastar para tentar “salvar” os bancos norte-americanos?

Dinheiro ardido

Segundo o economista Duncan Green, chefe de pesquisa da organização de ajuda humanitária Oxfam, este montante poderia:

– Pagar a dívida acumulada dos 49 países mais pobres do mundo (375 mil milhões de dólares)… 2 vezes;

– Suportar a ajuda extraordinária anual prevista pelo programa de luta contra a pobreza para este milénio, o Millenium Development Goals (150 mil milhões de dólares/ano)… durante 5 anos;

– Suportar a despesa total anual em ajuda humanitária actual (104 mil milhões de dólares/ano)… durante 7 anos;

Erradicar toda a pobreza do mundo (o Programa de Desenvolvimento da Nações Unidas calcula esse valor em 300 mil milhões de dólares/ano)… durante 2 anos.

 

Imagine-se quantas vidas poderiam valer os 850 mil milhões de euros (aproximadamente 1,2 biliões de dólares) que o BCE-Banco Central Europeu já usou para financiar a banca cá do velho continente. Parece mentira, mas basta fazer uma simples conta de somar:

BCE injecta 30 mil milhões de euros para acalmar mercados financeiros (Público, Economia, 15-09-2008, AFP);

BCE injecta mais 70 mil milhões de euros no mercado monetário (Diário Económico, Internacional-Economia, 16-09-2008, Mafalda Aguilar);

BCE injecta mais 40 mil milhões de dólares no sistema financeiro (Diário Económico,Internacional-Economia,22-09-2008, Cristina Barreto);

BCE injecta mais 50 mil milhões de euros no mercado monetário (Diário Económico, Internacional-Economia, 24-09-2008, Cristina Barreto);

BCE injecta 120 mil milhões (Correio da Manhã, 29-09-2008);

BCE injecta mais 190 mil milhões de euros no sistema monetário (Diário Económico, Internacional-Economia, 30-09-2008, Cristina Barreto);

BCE recebe mais de 400 pedidos e injecta mais 250 mil milhões no mercado (Jornal de Negócios, 07-10-2008, Paulo Moutinho);

BCE injecta mais 93,8 mil milhões de dólares no mercado interbancário (Diário Económico, Internacional-Economia, 10-10-2008);

– Total acumulado: 843,8 mil milhões de euros.

Para perceber ainda melhor toda esta insanidade, nada como ir até à Evaporação dos Milhões Do Portugal Profundo jogar um pouco de Wall Street Pong.

A União Europeia ajuda Cabo Verde?

Cuidado: os negócios com a UE são sempre mefistofélicos.

Cabo Verde

“… A União Europeia (UE) vai financiar dois projectos de desenvolvimento agrícola em bacias hidrográficas das ilhas de Santo Antão, Fogo e Brava, orçado em mais de um milhão de euros. …”
(Agro Notícias, Cabo Verde: UE financia projectos de desenvolvimento agrícola no arquipélago, 04-04-2008, via sítio da AJAP)

Posto assim, parece tudo muito bem. Existem, no entanto, duas pérolas da sabedoria popular portuguesa que gostaria de deixar aqui registadas:

1. Esmola que soa não é boa;

2. Entre cem projectos de um rico, há noventa e nove para o tornar mais rico.

É que o discurso dos verdadeiramente bem intencionados não é contraditório, como este:

“… «A posição geográfica estratégica de Cabo Verde é muito importante para a UE», salientou (o representante da União Europeia em Cabo Verde, Josep Coll) …”

“… Josep Coll, considera que «no futuro imediato é difícil» que o arquipélago possa ter junto da Europa um tratamento idêntico ao dado às regiões ultraperiféricas como os Açores, Madeira ou Canárias. …”
(Sol, Regiões Ultraperiféricas: Difícil que Cabo Verde tenha esse estatuto, diz Josep Coll, representante da UE, Lusa/SOL, 18 MAR 08)