Tag Archives: lutar

Levar os bancos à justiça.

Por esta altura tornou-se óbvio que Portugal é incapaz de seguir o exemplo da Islândia relativamente à dívida da banca e do Estado. Não que os cidadãos tenham deixado de manifestar já, com toda a clareza, a sua recusa de seguir a via actual, mas por falta de coragem dos políticos eleitos e por falta de competência das instituições democráticas. Neste momento, em que a única forma de pressão dos cidadãos sobre os seus representates começa a ser a violência, julgo útil trazer ao conhecimento de todos vós uma outra forma de luta encontrada pelos nossos irmãos irlandeses. Haverá em Portugal, certamente, pelo menos um escritório de advogados disposto a apoiar os cidadãos nesta via.

Já vos oiço, preocupados :shock:, a perguntar: Mas, a banca portuguesa aguenta? Ai aguenta, aguenta! E, se não aguentar – com um escamartilhão! – o governo lá está já preparado para a ajudar na refundação.

Advertisements

Bom conselho (do Chico).

15 de Outubro | Manifestação global | a Democracia sai à rua!

15 de Outubro: Manifestação global

O seu crime é distribuir rosas brancas em clínicas abortistas.

Mary Wagner é uma mulher canadiana de 36 anos de idade, de compleição física franzina, que já foi presa várias vezes, desde 1999, pela polícia canadiana pelo crime de oferecer rosas às mulheres que aguardam na sala de espera de clínicas abortistas do Canadá.

Mary Wagner : fixem o nome desta mulher!
Publicada por Orlando Braga em 16 de Setembro de 2011,
no blogue 60 minutos.

Trece de septiembre de 2011: Mary Wagner, católica de 36 años, es condenada a 40 días de cárcel. Otra vez. Ya ha perdido la cuenta de las veces que ha sido arrestada desde la primera, el 1 de febrero de 1999. Pero a ella no le importa: en la cárcel de mujeres ya la conocen, y aprovecha esas estancias para evangelizar. Y para consolar a las presas que han abortado.

Este martes, el juez William Bassel de Toronto la declaró culpable de “un uso y disfrute ilegal” de las instalaciones de la clínica abortista de Bloor West, cerca de Toronto. Y de “retrasar el desarrollo del negocio”.

En agosto la detuvieron de nuevo: dos policías ante un centro abortista. Mientras se decidían a llevársela ella rezaba el rosario sentada en la acera. …

La detienen por repartir rosas en centros abortistas
16 septiembre 2011, Religion en Libertad

Veja (e ouça) também: Deixa-Me Viver,Mamã – Let Me Live, mommy.

Give me liberty or give me death!*

(Dêem-me liberdade ou a morte!)
.
.
*Título dado ao famoso discurso da liberdade de Patrick Henry na Câmara dos Vereadores do Estado da Virgínia, em 23 de Março de 1775.
Tradução rápida de um excerto:
… Senhor [presidente], nós fizemos tudo o que podia ser feito para prevenir a tempestade que se avizinha. Nós peticionámos – nós protestámos – nós suplicámos – nós prostrámo-nos diante do poder e implorámos a sua interposição para parar a mão tirânica do ministro e do parlamento. As nossas petições foram desconsideradas; os nossos protestos produziram mais repressão e insulto; as nossas súplicas foram ignoradas; e fomos desdenhosamente repelidos, com desprezo, dos pés do poder. Após estes acontecimentos, debalde poderemos nós satisfazer a afeiçoada esperança de paz e reconciliação. Não há mais lugar para esperança. Se queremos ser livres – se pretendemos preservar inviolados os inestimáveis privilégios por que temos vindo a lutar há tanto tempo – se não tencionamos abandonar vilmente a nobre contenda com que nos comprometemos há tanto tempo e garantimos nunca abandonar até que o glorioso objectivo da nossa disputa fosse alcançado – nós temos que lutar! Eu repito, senhor [presidente], nós temos que lutar! Uma chamada às armas e ao ao Deus dos Exércitos é tudo o que nos resta! …

Os visitantes deste Jardim estão de parabéns.

Cem mil visitantes - 02/02/2011
.
100 000 é um número bonito 🙂