Tag Archives: geração

A falta de empreendorismo da geração dita ‘à rasca’

é muitíssimo exagerada.

.

Apreensões de cocaína aumentaram 530% este ano
21 Março 2011 (DN Portugal)

GNR vai despistar drogas nas viagens de finalistas para Espanha
por Marta F. Reis , Publicado em 16 de Março de 2011 (jornal i)

Nota: É claro que para ajudar(!) a dita geração pode sempre criar-se mais um “plano” (financiado pelo Estado, claro), contendo mais uns “programas” de “aconselhamento” ou de  “especialização” (este obrigando a mais tempo de escola) – que terão, admito, o efeito imediato de criar mais umas vagazitas para mais uns amigos (da cor dominante num determinado momento) aí por essas universidades e politécnicos. Ou então… não! E, poupa-se uma pipa de massa (em impostos). É triste constatar a incoerência de quem tem criticado ferozmente o despesismo público dos “planos” e “programas”… dos outros, obviamente.

Qual será a nota?

Geração à rasca ou nação à rasca?

.

Quem está à rasca, tem mesmo que ir!

.
12 Março -  cartaz manifestação protesto 'Geração à Rasca'
.
Muita informação Na Avenida da Liberdade.

Eyes of Zion.

Os olhos de Sião.

.
.
Light the torches, blow the trumpets,
Acendam as tochas, soprem as trombetas,
We’re watchmen posted on Your wall.
Nós somos vigias postos na Tua muralha.
Raise up a people who know Your voice,
Levanta um povo que conhece a Tua voz,
A people who follow the cloud.
Um povo que segue a nuvem.
.

Visões de 2011

.
Caríssimos, aproxima-se a batalha final. Os que ainda combatem pela Vida, pela Liberdade e pela Justiça, encontram-se no último reduto rodeados pela escuridão das imensas hordas dos descerebrados, unidas pelo medo e pelo desespero, cujos chefes estão fortemente armados com ganância, ódio, inveja, calúnia e mentira. O combate será agora sem trégua. Os resistentes irão lutar corajosamente, uns com a determinação de Aragorn, outros com a raiva de Theoden, outros ainda com a serenidade própria dos elfos, uns poucos iluminando todos os outros com a Luz da sua Fé. Alguns valentes já não puderam chegar aqui; dos que chegaram, alguns irão perecer ainda.
E, no auge da escuridão, quando tudo parecer perdido, toda esta nova geração de gente ansiosa por viver mas com a vida encurralada pelo Potentado Socauron, libertar-se-á e vencerá. É  inominável estupidez encurralar toda uma geração. Vae victis.
.
Acorda Portugal!
Bom Ano Novo.

Um retrato cru de quem (se) tem governado (em) Portugal.


Da segunda maioria absoluta ― a de José Sócrates ― saiu não já o yuppie do status económico-empresarial, mas o jovem Chico-esperto formado na juventude partidária, o Zé Carioca português, o citadino que vive de expedientes políticos, o fura-bolos, o desenrascado, o trapaceiro que não olha a meios para atingir os seus fins sem grande trabalho, o indivíduo sem escrúpulos que não enjeita uma qualquer oportunidade para se encostar a quem quer que seja para trepar na vida ― nem que tenha que fazer que conta que a humilde e analfabeta mãe “é uma parente muito afastada”.
De certa forma, aconteceu um fenómeno de Trickle-down effect segundo Georg Simmel: a moda do yuppie filho do papá rico do tempo de Cavaco Silva, descambou num yuppie que veio da merda do tempo de José Sócrates que subiu na vida à custa do chico-espertismo e do oportunismo político.
.
Sócrates chico-esperto modelo


A forma de falar e de “enrolar”, a colocação e o tom de voz, os gestos do discurso e o discurso dos gestos, o ar de malandreco que tem o condão de transformar a mentira em apenas um pequeníssimo detalhe que corrobora a verdade da sua boa-fé, a personalidade de borracha que o protege de qualquer queda ético-moral ― estes são os atributos do chico-espertismo do Zé Carioca português que segue o exemplo do seu líder político.

Tirado daqui.