Tag Archives: explosão

Quantos mais espoliados serão necessários para se atingir a massa crítica social* em Portugal?

Critical_massO Estado português apenas atribuiu prestações de desemprego a 367 mil desempregados em Março, deixando sem estes apoios cerca de 445 mil desempregados, segundo dados divulgados pela Segurança Social. De acordo com os últimos dados disponibilizados na página da Segurança Social (www.seg-social.pt), em Março existiam 366.914 beneficiários de prestações de desemprego, menos 6.741 pessoas do que em Fevereiro e o equivalente a 45% do último número total de desempregados contabilizados pelo Eurostat.
(Prestações de desemprego deixaram de fora 445 mil desempregados em Março, 28.04.2014, SIC Notícias)

Os casos de sobreendividamento, os efeitos da austeridade e as dívidas para cobrança executiva que acabam por entrar nos tribunais levaram, em 2013, à penhora de mais de 181 mil reformas, um aumento de 24% em relação ao ano anterior, escreve o Diário Económico. (…) A crise e os cortes nas reformas são razões adicionais que acabam nos tribunais e o multiplicar de processos de penhoras que recaem sobre os pensionistas. Os processos são por dívidas relativas a serviços essenciais como água, luz, gás e telecomunicações u processos referentes a dívidas a fornecedores, fianças e arrendamentos.
(Tribunais penhoraram 181 mil reformas em 2013, 2014-04-28, TVI 24)

*Massa crítica (sociodinâmica)

Nota: Para aqueles que não compreendem como os pequenos podem derrubar os grandes fica aqui uma explicação simples de uma reacção em cadeia.

Chegou o Opera Unite.

Imagine que pode criar uma enorme Rede Local (LAN – Local Area Network) sem cabos, sem placas de rede, sem configurações de acesso… usando apenas um browser como servidor e a internet como meio.
.
Acha que não é possível? Veja, então, os vídeos seguintes:
.
.
.
O que é possível, para já, fazer com isto? Os serviços pré-definidos anunciados como já funcionando são os seguintes:
.
[1] Partilha de ficheiros (File Sharing), [2] leitor de música/video (Media Player), streaming a partir da sua própria biblioteca, [3] partilha de fotografias (Photo Sharing), [4] alojamento web (Web Server) alojar sítios inteiros que ficam disponíveis para acesso na internet, [5] serviço de chat directo (The Lounge) e, ainda, [6] mensagens ou recados instantâneos (Fridge), uma espécie de post-it virtuais onde os amigos podem deixar mensagens.
.
Poderá este software, com estas funcionalidades, substituir as redes sociais já existentes, como o Twitter e o Facebook, ou os depósitos de música e vídeos, como o You Tube?
.
É muito improvável. Para que serve, então? Para começar, será muito útil a todos aqueles a quem dá muito jeito ter acesso a muita informação espalhada por vários computadores (como por exemplo, o de casa, o do escritório e o portátil) a partir de uma simples sessão de internet. Gente que não tenha os conhecimentos, a paciência ou simplesmente o tempo disponível para configurar um software como o Hamachi – técnicos de informática (que costumam transportar muitas ferramentas em grandes discos portáteis), conferencistas, negociantes, …
.
Se juntarmos, depois, a tudo isto a utilização do Opera mini, desenvolvido especialmente para funcionar em telemóveis e palm-tops,  então as possibilidades começam a ser muitas e muito interessantes.
.
.
E depois, quem é que tem os computadores sempre ligados, com a ligação internet sempre activa e um browser sempre aberto? Só os profissionais (os servidores), espera-se, porque isso é muito pouco recomendável em termos de segurança – e não só.
.
Outras leituras sobre o mesmo tema, ou temas relacionados:
.