Tag Archives: dominadores

Colonialismo, neocolonialismo ou colonialismo económico?

O paradigma da relação de Portugal com a Alemanha.

made in germany portuguese cork

“O colonialismo é um exercício de dominação que envolve a subjugação de um povo a outro. Uma das dificuldades em definir colonialismo é que é difícil de o distinguir de imperialismo. …”
(tradução imediata de um excerto da definição constante aqui)

“neocolonialismo – a dominação de um país pequeno ou fraco por um país grande ou forte sem assumir directamente o seu governo.”
(tradução imediata da última definição constante aqui)

“Dito de forma simples, o colonialismo económico é um colonialismo, mas apenas em termos de negócios ou Economia. (…) Tipicamente, os países poderosos investem capital em nações subdesenvolvidas e o retomam com lucro. … Normalmente, tais investimentos pelos países mais ricos têm condições, sendo um dos exemplos mais comuns dessas condições a venda de recursos públicos, como os serviços de abastecimento de águas, a empresas privadas. …”
(tradução imediata de um excerto do texto explicativo constante aqui)

Apelo à luta por melhor justiça social.

O cristão é pacífico e não explode. Ele não é simplesmente pacifista porque é capaz de combater.

(Paulo VI, 1968)
Em frente, soldados cristãos
Marchando como guerreiros,
Com a cruz de Jesus
Avançando na vanguarda
Os fundos infernos tremem
Sob os sonoros louvores.
Irmãos, levantai Vossa voz,
Cantai alto os santos hinos
.

Mas vinde sem ilusões. Aquele que vos chama é Cristo. O pobre mensageiro que aqui se Vos dirige é apenas um destroço, salvo pela Sua Graça admirável.

As armas do cristão10Finalmente, tornai-vos fortes no Senhor e na sua força poderosa.

11Revesti-vos da armadura de Deus, para terdes a capacidade de vos manterdes de pé contra as maquinações do diabo. 12Porque não é contra os seres humanos que temos de lutar, mas contra os Principados, as Autoridades, os Dominadores deste mundo de trevas, e contra os espíritos do mal que estão nos céus. 13Por isso, tomai a armadura de Deus, para que tenhais a capacidade de resistir no dia mau e, depois de tudo terdes feito, de vos manterdes firmes. …”