Tag Archives: coragem

10 000 Reasons/Razões (Bless the Lord/Bendiz o Senhor)


Whatever may pass, and whatever lies before me,
(Seja o que for que eu tenha passado ou tenha ainda diante de mim,)
Let me be singing when the evening comes.
(que eu possa estar a cantar quando a noite chega.)

 

Bendiz, ó minha alma, o SENHOR, e todo o meu ser louve o seu nome santo.
Salmo 103:1

Bless the Lord, O my soul: and all that is within me, bless his holy name.
Psalm 103:1

Advertisements

All over the world people just like us

Are calling your name
Living in your love,
All over the world people just like us
Are following Jesus.

Walk on the water.


Step out, even when it’s storming
Step out, even when you’re broken
Step out, even when your heart is telling you
Telling you to give up

Step out, when your hope is stolen
Step out, you can’t see where you’re going
You don’t have to be afraid
So what are you waiting, what are you waiting for?

So what are you waiting for? What do you have to lose?
Your insecurities try to hold to you
You know you’re made for more, so don’t be afraid to move
Your faith is all it takes, and you can walk on the water
Walk on the water, too

Carta de uma mãe contra a imposição ilegal do Acordo Ortográfico à sua filha na escola.

Carta ao ministro da Educação contra o ensino imposto do AO nas escolas.

Nota: Cf. esta notícia, visto aqui, ficheiro pdf, clique no linque acima para abrir ou descarregar.

A diferença entre gregos e portugueses.

A figura alegórica ou personificação nacional é a antropomorfização de uma nação visando mostrar, em síntese, as suas características mais significativas.

A figura identificativa da nação grega é uma senhora armada da cabeça aos pés, Atena de seu nome, com coragem suficiente para enfrentar gigantes.

A personificação do povo português é um apascaçado indivíduo que Bordalo nomeou Zé Povinho,”personagem de boca aberta (…), resignado perante a corrupção e a injustiça, ajoelhado pela carga dos impostos e ignorante das grandes questões do país”.

Zona Euro: Cimeira decide redução da dívida grega e aumento do fundo de resgate
2011-10-27, Jornal Digital

Portugal deve estar pronto para tomar medidas adicionais
Luís Rego em Bruxelas e Eudora Ribeiro, 26/10/11, Económico

O sacana*, o porcionário e a 3.ª lei de Newton.


“Só queríamos expor a nossa palavra, ter um espaço onde pudéssemos falar, já que ninguém nos ouve, e iríamos sair pacificamente. Ninguém teria de nos expulsar, mas, enquanto estávamos a ser expulsos a empurrões e nos partiam o material, estava o primeiro-ministro a rir-se” …

(Jovens interrompem discurso de Sócrates em Viseu e são expulsos da sala, Publicação: 07-03-2011 22:45 | Última actualização: 08-03-2011 10:29, SIC Notícias)
.
.
.
A diferença entre os jovens que entraram na sala e aqueles que os expulsaram com violência é aquela que existe entre quem tem coragem e quem é agressivo.
.
Finalmente, a prova que pior é sempre possível:
O presidente da Federação de Viseu do PS, João Azevedo, lamentou hoje que um grupo de jovens do movimento Geração à Rasca tenha feito “uma invasão ilegal” de “um espaço de discussão democrática”.

(Presidente da Federação de Viseu lamenta “invasão ilegal” de jovens, Lusa, 08/03/2011, DN Portugal)
*Segundo a definição do dicionário Priberam:
sacana
(origem duvidosa)
adj. 2 gén. s. 2 gén.
1. Infrm. Que ou quem não tem carácter! ou age sem ética.
2. Infrm. Que ou quem age com esperteza ou malandrice. = espertalhão, malandro
3. Infrm. Que ou quem gosta de brincadeiras.

Portugueses: liberdade ou libertação?

Raio atinge a Dama LiberdadeJesus nunca usou a palavra obediência

(…) A pregação e as exigências de Cristo não pressupõem uma ordem estabelecida (establishment). (…) A palavra obediência (e derivadas) que ocorre 87 vezes* no Novo Testamento, enquanto podemos julgar, nunca foi usada por Cristo. (…) Obediência para ele não é cumprimento de ordens, mas decisão firme para aquilo que Deus exige dentro de uma situação concreta. (…) Obediência é ter os olhos abertos para a situação, consiste em decidir-se  e arriscar-se na aventura de responder a Deus que fala hoje e agora. (…)

Boff, Leonardo, Jesus Cristo Libertador, Editora Vozes, 12.ª edição, Petrópolis, 1988, p. 69

*74 vezes, na versão de João Ferreira de Almeida.

 

Be strong and of good courage.

Sê forte e corajoso.

Be not afraid, stand firm in the Faith
Não tenhas medo, sê firme na Fé
For the Lord will be with us whereever we go.
Porque o Senhor estará connosco onde quer que vamos.


O comité Nobel a fazer política sem subserviência?

Parece não haver agora qualquer dúvida.

.

Depois de ontem ter sido noticiada a atribuição do Nobel da Literatura a Mário Vargas Llosa, hoje sabe-se que foi atribuído o Nobel da Paz 2010 ao activista chinês pelos direitos humanos, Liu Xiaobo- actualmente preso.

Uma forma agradável de perceber o espantoso destas escolhas será ler o romance de Irwing Walace, O Prémio.

« …: não se governa nem se deixa governar!» *

(…)
Uma última pergunta deve colocar-se aos portugueses, neste momento particular em que muitos se apercebem que o país tem sido muito mal conduzido: Querem poder governar-se, ou preferem continuar a ser (mal) governados por gente gananciosa e sem escrúpulos como tem acontecido?

(As verdadeiras e as falsas questões para se chegar à democracia, 23 Março 2010, no blogue Democracia Directa – V.C.)

.

*«Há, na parte mais ocidental da Ibéria, um povo muito estranho: não se governa nem se deixa governar!» – frase escrita no séc. I ou II a. C. por um general romano em serviço na Ibéria (seria o nosso Sertório?) em carta enviada ao Imperador. A autoria da frase passou mais tarde a ser atribuída a Caio Júlio César.