Tag Archives: aumenta

Nojo, indignação, revolta.

1º momento: Nojo
.

2º momento: Indignação

DGCI gasta 220 mil euros a comemorar aniversário
09/10/2010, DN Economia

3º momento: Revolta

So, tell me when you think we’re gonna rise?
Digam-me então: quando pensam que iremos levantar-nos?
Wake from this slumber, wipe the tears from our eyes?
Acordar deste sono, limpar as lágrimas dos nossos olhos?

Tell me when you think we’ll just stand up?
Digam-me: quando pensam que ficaremos de pé?
Saying enough is enough is enough, enough,
Dizendo, o que basta, basta, basta, basta,
I’m saying:
E, eu digo:

Take back your feet, take back your hands,
Recuperem os vossos pés, recuperem as vossas mãos,
take back your words, take back your land.
recuperem as vossas palavras, recuperem a vossa terra.
Take back your heart, take back your pride,
Recuperem os vossos corações, recuperem o vosso orgulho,
don’t got to run, don’t got to hide.
não é preciso fugir, não é preciso esconder-se.
.

a música foi achada aqui

Em tempo de crise os portugueses investem…

em grandes automóveis:

.Wallis - beach porche crash

As vendas de carros em Portugal aceleram em 2010 e Porsche prevê “ano recorde”
19/07/2010, Vera Monteiro/Agências, News 352
A venda de automóveis de luxo em Portugal acelerou no primeiro semestre, com a Porsche e a Jaguar a registarem um crescimento acima dos 50 por cento, face ao período homólogo, segundo os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP). (…)

A informação pode imediatamente confirmar-se aqui:

SERVIÇO PÚBLICO: O comércio externo está surdo aos delírios prospectivos de José Sócrates
publicado Quarta-feira, Agosto 11, 2010 por O Impertinente
(…)com base nos dados disponíveis referentes ao período de Março a Maio, o aumento do défice ter-se-à ficado a dever essencialmente ao aumento das importações de automóveis (+381 milhões) e combustíveis para refinar (+626 milhões). Em contrapartida, a importação de máquinas e outros bens de capital reduziu-se em 105 milhões (…)

Reafirmando aquilo que já aqui foi dito antes: este é sem qualquer dúvida O Caminho da Depressão.

ESPS – Economia suicida portuguesa socialista.

Economic suicide Ontem, 21 de Abril, na secção de Economia (em franca melhoria) do jornal Meia Hora (um gratuito muito fraquito), para além da excelente crónica do Miguel Garcês, Nova  Ordem Antigos Remédios, do blogue Mercado Puro, vêm também publicadas, lado a lado (intencionalmente?), as duas notas noticiosas seguintes:

 

PME correm em peso às linhas de crédito

 

Actividade económica com queda acentuada

 

Mas, que decisores – em seu perfeito juízo, pelo menos – fomentam a aquisição de mais crédito por parte de quem tem cada vez menos com que pagar, para (supostamente) ajudarem a resolver uma crise com origem em créditos incobráveis?

 

Será mera falta de inteligência? De competência? Ou está mesmo tudo a ficar louco?