Tag Archives: amigos

CGD, EDP, Galp, PT, …

TIAC condena nomeações políticas na Administração Pública e empresas do Estado
Luís Bernardo, 27/07/2011, TIAC

Mais uns lugarzinhos para os ‘boys’

em fim de ciclo cor-de-rosa.

.

Galp aprova hoje reforço de administradores
Accionistas deverão deliberar a favor de 21 administradores. Até agora eram 17
2011-05-30 (Agência Financeira)

Favorecimento inflacionado

Ó zézito! Então e não é que eles descobriram à mesma…

O jornal alemão Financial Times Deutschland (FTD) noticia hoje que a Comissão Europeia e o Banco Central Europeu (BCE) descobriram um buraco nas finanças públicas portuguesas durante a deslocação efectuada a Lisboa há duas semanas.

(Comissão Europeia e BCE terão descoberto buraco nas contas públicas portuguesas, 11.03.2011, Isabel Cunha, Bruxelas, Público)
Truques a descoberto - cartoon Derambakhsh
Não se pode confiar nos alemães, pá! E muito menos nas alemãs. Nem nos amigos comissários e banqueiros. Já não se pode confiar em ninguém, pá! Traiçoeiros! Mentirosos! Tanto trabalho para não deixar o FMI vir cá pespiolhar estes pequeninos deslizes orçamentais (de 2 mil milhões de euros)… e vêm-me estes malandros e pespegam com tudo no jornal. Assim, não há dignidade que resista…

Mendes elogia Sócrates?


Porque, afinal, os amigos são para as ocasiões!

Uma amiga de há longa data, admirada com a minha recente improdutividade neste blogue, decidiu enviar-me um artigo muito interessante publicado no boletim municipal de Oeiras (Oeiras Actual, pág. 18) de Abril de 2001. É com o maior prazer que aqui o transcrevo parcialmente, enquanto estou a preparar um outro texto que requer uma pesquisa mais demorada.

“O Ministro do Ambiente e do Ordenamento do Território, Engº José Sócrates, foi o orador convidado em mais uma conferência promovida pela Universidade Atlântica, no âmbito da iniciativa denominada “Conferências da Atlântica”, na Fábrica da Pólvora de Barcarena… Com o auditório daquele estabelecimento de ensino superior a apresentar a sua lotação esgotada, constituída, maioritariamente, por professores, alunos e diversos convidados, a dissertação de José Sócrates caracterizou-se pela sua postura na defesa intransigente de posições e de convicções muito próprias de quem, para além de ser membro do Governo, se assume como sendo, para além de defensor do meio ambiente, um defensor da qualidade de vida do Homem – duas “nuances”, que segundo o mesmo, estão interligadas. Aliás, o próprio Director da Universidade Atlântica, Dr. Luís Marques Mendes, ao apresentar o convidado, teve oportunidade de tecer elogios ao mesmo, sobretudo pelo seu idealismo e convicção “qualidades que enriquecem o debate”…”*

Ah! Mas afinal eles já eram amigos antes: Mendes, Sócrates, Durão, Isaltino, … De facto, isso explica muita coisa!

É sempre com uma pontinha de emoção que constato esta preocupação do ilustre conferencista convidado, o Eng.º (corrijo: segundo as mais recentes informações, o licenciado em engenheiria), com o ambiente e com a qualidade de vida do Homem, bem como as manifestações de estima e apreço destes senhores uns para com os outros. Isto é uma lição para o povo aprender!

Sem mais comentários, que o texto fala por si. E a imagem também: obrigado ao talentoso kaus do blogue wehavekaosinthegarden.

“O INÍCIO DA SABEDORIA

14.Quem teme ao Senhor aceita a correcção e aqueles que o buscam encontram o Seu favor. 15.Quem investiga a Lei, dela ficará saciado, mas para o hipócrita ela é motivo de queda. …” (Eclesiástico 32)

*Sublinhados do transcritor.