Tag Archives: 12

300 mil votos numa moção de censura ao governo.

sócrates deve prestar contas pelos prejuízos ao paísO povo, que é o soberano em democracia, repudiou aqueles que tinha elegido para o servirem, por causa do seu mau serviço e da incompetência demonstrada.

.

No sábado passado, dia 12 de Março, 300 mil portugueses saíram à rua um pouco por todo o país em marchas de protesto. Só em Lisboa ter-se-ão reunido 160 mil pessoas no Rossio – pelo menos e provavelmente mais.
O que terá vencido a inércia de tanta gente no país do “vão lá vocês” e do “deixa andar”? Não foi disciplina partidária. Não foi uma acção sindical. Não foi um qualquer interesse corporativo. Nem mesmo foi um movimento geracional, ao contrário do que sugeria o nome do movimento iniciador. Também não terá sido por prazer ou mero divertimento – a maior parte das pessoas teria, certamente, coisas muito mais interessantes com que ocupar uma tarde de sábado.
O que poderá, então, ter provocado o juntar de tantas vontades de forma tão espontânea e desinteressada? Pelo que me foi dado ver, ouvir e ler, a razão que unia todos aqueles (300 mil) portugueses era a da indignação profunda contra este primeiro-ministro, esta governação, este governo e esta legislatura – por esta ordem.
Só com muita má-fé alguém pode desvalorizar uma manifestação que conseguiu aquilo que pareceria impossível em Portugal: reunir gente de todas as idades e de todos os quadrantes políticos num mesmo protesto.
Ignorar esse protesto, como estão a fazer os protestados, continuando a agir como se nada tivesse acontecido, é absolutamente intolerável em democracia.
As afinidades deste primeiro-ministro com o seu amigo Kadhafi são cada vez mais patentes.

Não basta, contudo, afastar os maus governantes. Eles têm que passar a ser responsabilizados pelos prejuízos causados ao país, cujos problemas dependem precisamente da má governação  continuada por causa da impunidade daqueles que o têm mal-governado. A Constituição Portuguesa já prevê esse mecanismo (veja em baixo). A próxima legislatura deve torná-lo lei por forma a fazê-lo efectivo, pois o país não aguenta mais oportunistas em lugares de decisão.

Constituição da República Portuguesa
Artigo 22.º – (Responsabilidade das entidades públicas)
O Estado e as demais entidades públicas são civilmente responsáveis, em forma solidária com os titulares dos seus órgãos, funcionários ou agentes, por acções ou omissões praticadas no exercício das suas funções e por causa desse exercício, de que resulte violação dos direitos, liberdades e garantias ou prejuízo para outrem.
Advertisements

Geração à rasca ou nação à rasca?

.

Quem está à rasca, tem mesmo que ir!

.
12 Março -  cartaz manifestação protesto 'Geração à Rasca'
.
Muita informação Na Avenida da Liberdade.

O protesto de 12 de Março e a fita adesiva camuflada.

O texto mais recentemente publicado no blogue Protesto da Geração à Rasca (foi ontem, dia 4 de Março), sob o título Esclarecimento começa da seguinte forma:

Reafirmamos a total independência do protesto face a qualquer estrutura ou movimento de cariz partidário, político ou ideológico.
Este é um protesto: Apartidário, aberto a todos os partidos e a quem não tem preferência partidária; Laico, aberto a todas as religiões e a quem não tem religião; e Pacífico!

Anteontem, dia 3 de Março, um Sousa – que não José mas Jerónimo – numa qualquer realidade paralela, produzia as seguintes afirmações aos microfones da TSF:

O secretário-geral do Partido Comunista afirma que a luta contra a precariedade está nas prioridades do PCP, e como tal, aceitou o convite da organização do «Protesto da Geração à Rasca» para participar na manifestação de dia 12, na Av. da Liberdade. …

O sr. Sousa aceitou? O convite? Fica-se sem palavras… Por isso, deixa-se em baixo uma imagem conclusiva (com legenda, se clicar sobre ela).

Adesivo camuflado.

12 de Março: para isto mudar é preciso lá estar.

Todas as imagens têm linques com informações importantes sobre a manifestação: convocatória, manifesto, fórum para combinar transportes e boleias, autocarros da Associação Académica de Coimbra.
.
Isto tem que mudar - 12 de Março vou lá estar.
.
Isto tem que mudar - dia 12 vou lá estar (2)
.
Isto tem que mudar - dia 12 vou lá estar (3)
.
Isto tem que mudar - dia 12 vou lá estar (4)

2 notícias 2, a seco, sobre o desemprego em Portugal.

The Take - filme documentário 2004Seguidas de uma grande resposta do movimento “Protesto da Geração à Rasca” dada ao programa de propaganda do governo na RTP1 a que chamaram Prós e Contras em novilíngua socialista.

.

Eurostat divulgou valor de Janeiro
Desemprego em Portugal com novo recorde de 11,2 por cento

01.03.2011, por Paulo Miguel Madeira, no Público

Medidas do Governo com impacto nos desempregados
Anulações de subsídio de desemprego disparam com aplicação de novas regras

01.03.2011, por Raquel Martins, no Público

Resposta ao convite do programa Prós e Contras – RTP
Publicado em 28/02/2011, por Geração Enrascada, no blogue Protesto da Geração à Rasca

O que faltará ainda suceder para que os 70% de cidadãos portugueses explorados pelos 30% de acomodados socialistas reajam?