Ultimamente tenho-me sentido muito assim:

D. Quixote - painel de azulejos em DaimielD. Quixote - painel de azulejos em DaimielD. Quixote - painel de azulejos em Daimiel

Tamanha foi aqui a luta contra as práticas antidemocráticas dos governos anteriores, do pseudo-engenheiro e filósofo! Para quê, afinal? O actual governo revela-se um tão implacável inimigo da vontade e da liberdade dos cidadãos como o anterior. A perseguição fiscal aumentou, a produção legislativa tornou-se mais feroz e imprudente, a prestação de cuidados primários à população diminuiu – apesar de a despesa continuar a aumentar, …

*fotografias de alguns dos painéis de azulejos que embelezam a taça da fonte da praça central de Daimiel, Castilla – La Mancha

3 responses to “Ultimamente tenho-me sentido muito assim:

  1. Pois é isso mesmo… Quixotescamente lutámos, quixotescamente continuamos, mas os moinhos , esses, cada vez se revelam monstros maiores e mais ferozes…😦

  2. zedeportugal

    Pois. Parece que não há outra solução senão deitar os moínhos do senhorio abaixo, de vez, e construir moínhos comunitários em sua substituição.

  3. Pingback: 42: Starts with Birds. Ends with Trees. | Almofate's Likes

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s