Arrependimento é coisa de pobre.

Tal como a culpa , não é verdade seu Jorge?

Jorge Coelho diz não estar arrependido de nenhuma parceria lançada pelo Governo de que fez parte.
O CEO da Mota-Engil, Jorge Coelho, considera que “o modelo das parcerias público-privadas (PPP) é um excelente modelo, …
(“Tem de haver um equilíbrio geracional nas PPP”, 22 Maio 2012, Negócios)

Jorge Coelho, ex-ministro do Equipamento Social do PS, recebeu na Mota-Engil em 2011, como presidente do conselho de administração e da comissão executiva da construtora, 634 600 euros em remunerações fixas e variáveis.
Coelho sofreu um corte de 9,3%, em relação aos 700 mil euros que recebera no ano anterior. …
(Jorge Coelho ganha 634 mil na Mota-Engil, 20 Março 2012, CM)

2 responses to “Arrependimento é coisa de pobre.

  1. Porque não criar uma parceria «grupo de cidadãos» que subsidiaria um «indivíduo sem escrúpulos», para ajudar o Jorge Coelho a entregar a alma ao Criador? Ou vamos todos continuar a ser um rebanho de parvos?

  2. O Diogo não está a falar a sério. De certeza! Porque se eu achasse que estava apagava o seu comentário imediatamente.
    Quero deixar bem claro que, em qualquer caso, prefiriria sempre continuar a fazer parte de um “rebanho de parvos” do que vir a pertencer a um rebanho de assassinos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s