A semana do merceeiro e dos trolhas.

Durante toda a semana só se ouviu falar em toda a comunicação social de um tal Jerónimo, a quem toda a gente afinal chama Alexandre, e de uns tais pedreiros (supostamente livres, mas não se sabe de quê) que todos designam pela tradução francesa da palavra – maçons.(1)

Face a tais equívocos, a equipa unitária do Jardim no Deserto decidiu emprender uma missão populista de esclarecimento das massas nacionais sobre a verdadeira identidade dos aludidos personagens, desmistificando os mistos e desenleando as lêndeas.

1. O Geronimo (à portuguesa Jerónimo) foi um chefe índio famoso por ter-se recusado a aceitar ser roubado na sua própria terra natal.

2. Os últimos pedreiros livres do mundo foram os Flintstones (à portuguesa Pedregulhos),  mas eles são apenas figuras de ficção e nunca existiram na realidade.

(1) – Estão de parabéns os spin doctors ao serviço do steps rabbit.

Nota: Este postal serve para mostrar ao meu amigo Jorge que, tal como eu lhe disse, este blogue deveria ter sido incluído na categoria Humor do Concurso Blogs do Ano 2011, lançado pelo Aventar, e não na categoria Diários de Bordo em que ele teve a ambilidade de o inscrever.😆

2 responses to “A semana do merceeiro e dos trolhas.

  1. Seja qual for a categoria, o meu voto é garantido.🙂

  2. Ainda há quem dê garantias? Espantoso!😆
    Obrigado.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s