É só para recordar que os bancos portugueses…

Governador do BdP (a pensar no seu ordenado)não só passaram também nos tais testes de stresse, como ainda “revelaram um elevado grau de resistência ao cenário adverso”.

.

Os portugueses e portuguesas podem ir dormir descansados e confiantes, lançando de passagem uma grande gargalhada irónica* aos pessimistas que escrevem coisas como esta:

… The PIIGGS as they have come to be known (Portugal, Ireland, Italy, Greece, Great Britain, and Spain) are all broke. The government is broke and the people are broke. The “solution” is to print money. The result of printing money will be inflation. The result of inflation will be higher interest rates. The result of higher interest rates will be more bankruptcies. This is economics 101. The governments know this and are responsible for it. They simply seek to defer, slow, lengthen, and in the end worsen the collapse. …
(Irish EU bailout spooks bank holders; banks lose 17pc deposits amid bank run, November 20th, 2010, The Coming Depression)
…….
*A ironia é uma arma terrivelmente precisa e eficaz: só atinge aqueles a quem é dirigida.

3 responses to “É só para recordar que os bancos portugueses…

  1. (comentáriozinho sem jeito nenhum: não sou a única por aqui a estas horas. Boa noite, Zé!)

  2. Mas não estão a conseguir obter financiamento fora do BCE, o que pressupõe serem largados de forma cirugica quando Bruxelas entender… Talvez lá para o final do 1º trimestre de 2011, quando já se puder falar em eleições…

  3. .
    Humm,
    As minhas postagens aparecem sempre com 1 hora a mais porque eu não consigo mudar para a hora de Inverno na área de administração da Nireblog – como não acho importante nunca me dei ao trabalho de saber porquê.
    Por isso, não era assim tão tarde como parece – pouco passava das 2 da matina.🙂
    .
    Caro António,
    Ao tempo que não dizia nada… Seja bem (re)aparecido.
    Mas é claro que eles (os centro-europeus) vão esperar mais um pouco. É que eles são muito poderosos mas não conseguem dominar as economias periféricas todas de uma só vez; tem que ser uma a uma para que a coisa fique bem feita.
    ‘tamos tramados. Acho que é melhor voltar a estudar alemão.😉
    .

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s