O Caminho da Depressão*

Jornal de Negócios 9-Jul-2010 - 1ª página
notícia sem linque directo – 1ª página do JdN de 9-7-2010
.
Quando foi afirmado aqui pela 1ª vez, em 14-05-2008, que Portugal se encontrava já em recessão económica e caminhava para a depressão, muitos foram os que zombaram.

Quando, 8 meses depois, em 14-01-2009, se disse aqui que o país se encontrava já em plena situação de insolvência relativamente à sua dívida externa, foram menos os que zombaram.
.
Quando, passados mais 2 meses, em 14-03-2009, se reafirmou aqui a marcha inexorável para o estado pré-comatoso da Economia portuguesa e de outros países europeus – ainda não era conhecida a chamada “crise da Grécia” – os zombadores já não se manifestaram.

Hoje, 14-07-2010, passados mais 1 ano e 4 meses, aqui volta a afirmar-se: caso não venham a ser feitas a breve prazo profundas mudanças estruturais na política económica deste país, o descalabro económico nacional é inevitável. Fica a aguardar-se serenamente a reacção dos zombadores a esta declaração.
.
Os sucessivos erros da política económica e fiscal  dos governos chefiados por José Sócrates Sousa, tendo como ministro “dos impostos” (porque das Finanças nunca o foi)  Fernando Teixeira dos Santos, quase destruíram por completo a estrutura fundamental  de suporte da Economia portuguesa – os pequenos e médios empresários/comerciantes/agricultores e os trabalhadores independentes – em nome de uma falsa justiça fiscal que já nada tem para redistribuir e de uma pretensa capacidade de realização que vive de favorecimentos e compadrios.
 
Os que trabalham têm vindo a ver as suas vidas a ser destruídas há já bastante tempo. Os sindicatos continuam a atraiçoar os seus associados para manter a todo o custo estes falsos socialistas no poder. Será, pois, preciso que a destruição chegue também aos que (ainda) têm emprego para que este povo manso se revolte finalmente.
—–
*Jogo de palavras com o título da obra do economista Friedrich Hayek, O Caminho da Servidão, que pode descarregar, por exemplo, da lista “Outros livros” na barra lateral do blogue Democracia Directa – Visão Cristã.

2 responses to “O Caminho da Depressão*

  1. «Hoje, 14-07-2010, passados mais 1 ano e 4 meses, aqui volta a afirmar-se: caso não venham a ser feitas a breve prazo profundas mudanças estruturais na política económica deste país, o descalabro económico nacional é inevitável. Fica a aguardar-se serenamente a reacção dos zombadores a esta declaração.»
    Porque é que você não se pergunta porque é que o BCE empresta dinheiro aos bancos comerciais a 1% e estes emprestam depois aos Estados a 5%?

  2. Caro Diogo,
    Este é um texto sobre Economia e não sobre Finança – ou respectivas aberrações.
    Vamos manter a distinção entre estas coisas, que são diferentes.
    Quem confunde estes dois assuntos está a servir o interesse da Finança, pois a Economia pode existir sem a Finança, mas o contrário já não é verdade.
    Infelizmente, Portugal está cheio de especialistas instantâneos em quase tudo… Aliás, é exactamente por isso que se encontra na presente situação.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s