Economia portuguesa: o estertor final.

SobreendividamentoOu, como diz o povo na sua desagradável boçalidade, o “peido mestre”.

.

A economia portuguesa vai crescer menos do que se previa há três meses, diz o Fundo Monetário Internacional (FMI). Vai, basicamente, estagnar durante dois anos, (…)
o produto interno bruto (PIB) deverá crescer apenas 0,3% este ano (a previsão em Janeiro era de 0,5%) e 0,7% em 2011 (antes apontava para 0,9%). (…)

(FMI corta crescimento e diz que Portugal está estagnado, Luís R. Ribeiro, 21 de Abril de 2010, jornal i)

Em pleno processo de criação de dívida para pagamento de dívida. Ou, fazendo uso do mais imagético vernáculo, a “balões de oxigénio”.

A entidade que gere a dívida do Estado colocou 575 milhões de euros de Bilhetes do Tesouro com uma maturidade de três meses, (…)
(Portugal coloca mais dívida no mercado do que o inicialmente previsto, Susana  Domingos, 21 Abril 2010, jornal de negócios)

Nos Bilhetes a três meses, a taxa média ponderada fixou-se em 0,476% contra os 0,414% registados no leilão anterior, de Dezembro.
nos Bilhetes do Tesouro a nove meses, o juro quase duplicou para 1,079% face aos 0,653% pagos no leilão anterior, de Novembro do ano passado. (…)

(Portugal paga mais caro para vender dívida, Pedro Latoeiro, 21/04/10, diário económico)

A rendibilidade exigida pelos investidores para comprarem no mercado Obrigações do Tesouro portuguesas, com uma maturidade de 10 anos, está em máximos de 2008. O juro das OT atingiu os 4,816%. (…)
(Custo da dívida pública portuguesa dispara para máximo de 2008, 21 Abril 2010, jornal de negócios)

No entanto, os dois estarolas, de seus nomes Sousa e Santos, continuam a afirmar que está tudo sob contrôle…

Nota: De entre as várias provocações que este postal contém, das quais esperava reacção, há uma que não consigo manter, pelo que tenho que me corrigir a mim mesmo: a palavra “extertor”, que estava posta no título, não existe na língua portuguesa. A palavra correcta é estertor. Permanece, assim, o mistério não resolvido – porque é que nenhuma das cento e tal visitas diárias deste blogue tirou um minuto para me apontar o erro em comentário. Será que não me lêem?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s