Os palhaços somos nós.

O primeiro-ministro condenou hoje a divulgação das escutas no âmbito do caso “Face Oculta” divulgadas pelo semanário “Sol”, classificando-a como um “acto criminoso e ilegal” não só “contra a privacidade” mas também “contra a justiça”. (…)
(Sócrates condena “acto criminoso e ilegal” de divulgação das escutas, 09.02.2010, Maria Lopes e Romana Borja-Santos, Público)
.
Socrates palhaçada
.

Aditamento:
(…) Sócrates, que nos últimos cinco anos usou todas as técnicas de condicionamento, digamos, tradicionais (mas não necessariamente legítimas) da imprensa, parece ter desejado executar no caso TVI algo infinitamente mais perturbador para o que é normal numa democracia. Uma aliança entre políticos, banqueiros e capitalistas amigos que lhe permitisse resolver o problema TVI, Manuela Moura Guedes e José Eduardo Moniz da única maneira indestrutível: pelo poder do dinheiro. Quando não se consegue calar quem nos incomoda por vias indirectas, só resta uma solução final: tornarmo-nos donos dela. O dinheiro fala e o dinheiro cala. (…)
(A cor do dinheiro, 09/02/2010, Pedro Lomba, Público)

.

2 responses to “Os palhaços somos nós.

  1. Manolo Heredia

    E eu que pensava que o mal estava em as empresas condicionarem os políticos! Afinal é ao contrário !

  2. Mas onde está a surpresa? Desde sempre foi assim, com tendencia a piorar…Enquanto os politicos forem remunerados, ao invés de se dedicarem voluntariosamente à nação, temos senhores usurpadores, abusadores e ditadores a decidir o nosso dia a dia…e como em democracia é o povo quem escolhe…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s