As Forças Armadas da Europa e…

o défice de Democracia da União.

 

Alfred von Waldersee

 

The European Parliament has voted in favor of creating a European army. Although the initiative has a typically innocuous sounding acronym, SAFE (Synchronized Armed Forces Europe) it represents a major step toward the EU’s takeover of Member States’ armed forces. … (Europe Creates an Army, posted February 20th, 2009, The Heritage Foundation blog)

 

O Parlamento Europeu votou [20-02-2009] favoravelmente a criação de um exército europeu. Apesar da iniciativa adoptar um acrónimo que soa a inócuo, SAFE1 (Forças Armadas Sincronizadas Europeias), representa um enorme avanço para a tomada de poder da UE sobre as Forças Armadas dos Estados membros.

 

O artigo 275.º da Constituição da República Portuguesa afirma o seguinte:

1. Às Forças Armadas incumbe a defesa militar da República.

4. As Forças Armadas estão ao serviço do povo português, …

 

SAFE will be directed by an EU directorate, with its own training standards and operational doctrine. It will advance a dream long-held by European elites to create a separate EU military identity outside of NATO. But in the absence of additional defense Euros and additional European manpower, the advancement of EU military arrangements can only come at NATO’s sacrifice. … (Europe Creates an Army, posted February 20th, 2009, The Heritage Foundation blog)

 

O SAFE será dirigido por um directório da UE e terá os seus próprios métodos de treino e doutrina operacional. Promoverá o sonho, há muito tempo mantido pelas elites europeias, de criar uma entidade militar da UE fora da OTAN2. Mas, na falta de mais dinheiro para a defesa e mais militares europeus, o avanço dos planos militares da UE só poderá resultar do sacrifício [das forças] da OTAN.

 

As Forças Armadas Sincronizadas(?) Europeias(??) dirigidas por um directório? Quem o constitui? Como são escolhidos os seus membros? Quem controla a sua actuação? Ao serviço de que interesses?

 

O artigo 7.º da Constituição da República Portuguesa declara:

2. Portugal preconiza a abolição do imperialismo, do colonialismo e de quaisquer outras formas de agressão, domínio e exploração nas relações entre os povos, bem como o desarmamento geral, simultâneo e controlado, a dissolução dos blocos político-militares e o estabelecimento de um sistema de segurança colectiva, com vista à criação de uma ordem internacional capaz de assegurar a paz e a justiça nas relações entre os povos.

 

A Europa está a voltar à Idade Média? Aos Impérios FrancosMerovíngio e Carolíngio? Isto é uma ameaça muito, mas mesmo muito séria aos direitos das nações e dos cidadãos da União Europeia.

1 SAFE é uma palavra inglesa que significa SEGURO, SALVO.

2 OTAN, Organização do Tratado do Atlântico Norte, tradução para português da sigla NATO.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s