Dívida externa: Portugal à beira da falência!

Não, a culpa não é da crise: é mesmo do actual governo ps liderado pelo quase-engenheiro.

.

Para melhor visualizar o descalabro construíram-se alguns gráficos.

Dívida externa Portugal 2003-08

 


Dívida Externa Portuguesa
Como se sabe a Dívida Externa total é o somatório dos empréstimos contraídos no exterior pelo próprio Estado, por outras instituições públicas e privadas e pelos financiamentos do sector da banca.
No final do primeiro semestre de 2008 a dívida externa total portuguesa atingia o valor máximo de sempre, 344 mil milhões de euros (aproximadamente o dobro do PIB nacional), ou seja 200% do PIB*. Para mais facilmente se perceber este montante absurdo, basta pensar que, mantendo os mesmos níveis de produção, todos os portugueses teriam em teoria que trabalhar dois anos sem ganhar vencimento para poderem pagar a dívida externa do país. …
(Algarve Reporter, E agora, Portugal?, Crónica do Serrone, 05/Janeiro/2009)

 

Dívida externa Portugal 2003-08

 

No gráfico em baixo faz-se uma simples projecção gráfica do aumento da dívida externa total, caso o ritmo de crescimento se mantivesse constante.

 

Dívida externa Portugal 2004-09

 

A dívida externa total de Portugal rondaria assim, em 2009, os 400000 milhões de euros num cenário de contenção(?) de despesas.

Mas, infelizmente, ela será muito maior, pois este governo de liderança pouco iluminada vai avançar pela via do furioso aumento do gasto público, com a construção da Rede de Alta Velocidade/TGV (custo estimado em 7500 milhões de euros) e do NAL-Novo aeroporto de Lisboa (custo estimado em 3300 milhões de euros).

Uma fuga para a frente em direcção ao abismo do sobre-endividamento, um verdadeiro suicídio económico que os portugueses pagarão muito caro e por muito tempo.

Com três (3) actos eleitorais à porta é claríssima a opção do primeiro-ministro: iniciar quanto antes a farta distribuição devida pelo favor político, precavendo o precalço eleitoral que cada vez parece mais certo em período de grave recessão económica.

É claro que ele tem a mentirosa desculpa preparada:

Sócrates já iniciou o discurso de desculpabilização do governo. Segundo ele, este estava a fazer um bom trabalho com resultados surpreendentes que se tinham já traduzido na recuperação da economia e no crescimento económico. Mas agora uma crise externa imprevisível, de que não tem culpa, veio estragar o bom trabalho que estava a fazer. É este o novo discurso de desculpabilização do governo, que interessa analisar e confrontar com dados mesmo do FMI, Eurostat e Banco de Portugal sobre a evolução do nosso País nos últimos anos. … (O discurso da desculpabilização do governo, a cambalhota de Sócrates na AR e as consequências da ruinosa gestão capitalista, por Eugénio Rosa, na Resistir.info, em 12/Outubro/2008)

Uma das mensagens que Sócrates e todo o governo têm procurado fazer passar, é que o País estava a recuperar, mas que a crise financeira internacional, de que ele não tem culpa, veio estragar tudo. Isso não é verdade pois o agravamento da situação é também anterior à crise. No período de 2005-2008 com Sócrates, o crescimento económico em Portugal foi, em média, igual a menos de metade da média da União Europeia, pois em 4 anos Portugal cresceu apenas 4,8% enquanto a UE27 aumentou 9,8%. … (Quatro anos de governo Sócrates – Agravamento da situação económica é anterior à crise internacional, por Eugénio Rosa, n’ O Diário.info, em 29/11/08)

 

Post scriptum (15-01-2009 às 23:50): Vale a pena ler este postal no Insurgente, que apanha de forma flagrante a profunda demagogia  do (infelizmente, ainda) primeiro-ministro deste país.

 

7 responses to “Dívida externa: Portugal à beira da falência!

  1. Crise salvadora de Sócrates. Mas acho que estamos mesmo tramados com este mentiroso porque realmente tem uma lábia de aldrabão difícil de descobrir pelos incautos cidadãos. Valha-nos Deus!

  2. Não pode existir pecado sem castigo, sejamos pacientes…
    Vou deixar-te um link, parece que toda da blogosféra já conhece,o absurdo existe!
    Bom fim de semana, o dia está lindo e é para nós que ele nasceu.
    Beijos
    Lurdes (Ashera)

  3. Mas será que anda tudo cego?
    Bem… o pior cego é aquele que não quer ver.
    É preciso abrir os olhos!
    Bjs

  4. Só vão abrir os olhos quando isto arder tudo, e mesmo assim não sei, é gente muito besta….

  5. O Sr. Trócaste está a provocar o Exmo. Sr. Presidente da República para provocar eleições antecipadas e, assim fugir calmamente às responsabilidades.
    Tem que ser responsabilizado ele e o mamão do Ministro das finanças que só sabe espremer quem trabalha.

  6. Sejamos razoáveis na abordagem a este assunto.. O erros já remontam a inicios de 90 e só agora é que devido à fragilidade da nossa e enonomia e sem esquecer o quanto dependentes somos do exterior e com a crise internacional o resultado está è vista.. Somos pequeninos em tudo, não podemos viver fechados no nosso mundinho que é o que a maoiria faz. É uma questão cultural, vivemos oprimidos durante decadas e quando terminou o regime e entramos na CE.. A partir daí foi a falta de consciencia que do isso significava e a falta de preparação para trabalhar em conjunto com o exterior deu neste resultado.. Não há milagres, para se viver bem tem que se produzir e exportar e ao mesmo tempo trabalhar-mos no sentido de ser-mos autosustentáveis, só assim é que gera riqueza e autonomia. Todo o progresso que conseguimos até agora foi graças principalmente ao nosso endividamento, agora chegou a hora de pagar! Lamento estar inserido na classe trabalhadora, esperam-nos tempos drásticos.. Espero que a fome que os meus avós tiveram que enfrentar não chegue aos dias de hoje.. Um abraço a todos

  7. o socrátes e sua medida de austeridade vai afundar mais ainda Portugal,onde ja se viu o povo pagar pelo erro dos governantes e o pior de tudo que todos ficam deixando esse mentiroso fazer o que bem lhe calha,uma simples greve de 1 dia apenas nao mudou nada ,acorda portugueses…lutem pelos teus direitos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s