Um disparate maior do que a Ota?

O Ministério do Ambiente aprovou a Plataforma Logística de Lisboa Norte.

Ele há tipos cinzentos e outros… cinzentos escuros.

Nunes Correia

Depois de um longo período de quase invisibilidade, o Ministro do Ambiente veio subitamente a (P)público pronunciar-se a favor da escolha de Alcochete para localização do NAL.

E disse:

[a opção Alcochete] “resolve muitos, mas muitos problemas” [que outras opções na margem Sul tinham];

“Nesse sentido, é uma opção que ganha grande credibilidade” ;

acrescentando que a decisão da localização pertence, em última instância, ao ministro do Ambiente.

Disse, mas não explicou. Deve perguntar-se:

– Quais são os muitos problemas (quereria dizer ambientais?) que resolve a opção Alcochete?

– A opção ganha grande credibilidade em quê? Relativamente a quê? Em que sentido?

– Estava a brincar, não estava?

Um discurso vazio, o exercício gratuito da demagogia.

De tudo o que disse, só uma afirmação é fácil de entender: “Às vezes é esquecido que retirar o aeroporto da Portela tem mais valias imensas”. Com franqueza! Isso é lá coisa que se esqueça!

Entretanto, Zapatero encontrou-se com Sócrates. Logo a seguir, “O Ministério do Ambiente aprovou a construção da Plataforma Logística de Lisboa Norte”, um “empreendimento do grupo espanhol Abertis”. Mas que grandes coincidências!

Este assunto está mais desenvolvido no postal Castanheira do Ribatejo do blogue A Imagem da Paisagem.

O que poderia esperar-se de um Licenciado em Engenharia Civil (outro?) como responsável pela salvaguarda do Ambiente?

“… 12Na verdade, a palavra de Deus é viva, eficaz e mais afiada que uma espada de dois gumes; penetra até à divisão da alma e do corpo, das articulações e das medulas, e discerne os sentimentos e intenções do coração. 13Não há nenhuma criatura oculta diante dele, mas todas as coisas estão a nu e a descoberto aos olhos daquele a quem devemos prestar contas. …” (Hebreus 4)

2 responses to “Um disparate maior do que a Ota?

  1. Obrigada, Zé, por contribuir para divulgar mais este atentado ao nosso ambiente e, também, pela ligação!

  2. Não tem que me agradecer, minha amiga.
    Você é que está de parabéns pela sua luta em prol da terra e da água, nesta nossa casa que é Portugal e que alguns tratam tão mal.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s